demo
Quem Somos

Defender os direitos dos clientes de corretoras de Criptoativos

Em face dos problemas ocorridos no mercado de criptomoedas, que teve como motivador a crise existente na "maior corretora do Brasil", surge a nossa associação formada por entusiastas, investidores, estudiosos de criptomoedas, pessoas preocupadas para que, casos como o atual do Grupo Bitcoin Brasil, não ocorram mais.

Saiba Mais

Notícias e Mídia

Geral

O Boom x o Baque

Que momento louco vivemos no mercado de criptomoedas no Brasil. Por alguns meses achávamos que éramos um player importante no cenário mundial, mas de repente o castelo de areia desmoronou. [...]

sábado, 10 de agosto de 2019

Geral

O mundo cripto x o mundo das Pirâmides

Agosto chegou com um baque aos investidores de criptomoedas no Brasil, a Instrução Normativa 1888 trouxe diversas dúvidas, muitas das quais só serão saneadas com a vivência das situações [...]

sábado, 10 de agosto de 2019

Geral

Motivados por problema com a NegocieCoins, consumidores criam associação para defender direitos na relação com exchanges

Investidores e clientes de exchanges de criptomoedas brasileiras anunciaram, em comunicado enviado ao Cointelegraph nesta terça-feira (23), a criação da Associação dos Clientes de Corretoras [...]

sábado, 10 de agosto de 2019

Geral

Nova associação vai focar em defender clientes de corretoras brasileiras de criptomoedas

Com o objetivo de defender os direitos de clientes de corretoras de criptomoedas, um grupo de entusiastas, investidores e estudiosos anunciou a criação da Associação dos Clientes de Corretoras de[...]

sábado, 10 de agosto de 2019

Como advogado do segmento e atuante na área, vejo que uma associação de clientes será fundamental para dar voz a parte mais frágil dessa relação, precisamos criar mecanismos que protejam os interesses dos consumidores em face da fragilidade apresentada por algumas corretoras.

Dr Antonio de Rueda
Sócio fundador Rueda&Rueda e Presidente da Comissão Especial de Criptomoedas e Blockchain da OAB Federal

Atuo no mercado brasileiro e internacional de criptomoedas desde 2013, acompanho de perto a evolução/revolução da cripto em mercados emergentes como o Brasil, acredito que uma associação que represente os clientes tenha papel importante na discussão de melhorias para o segmento.

Thiago Cesar
CEO da Transfero Swiss

Com a falta de regulação específica no Brasil em relação ao mercado de criptoativos, faz-se necessário aumentar a discussão sobre esse mercado, bem como discutir mecanismos para a defesa do consumidor, haja vista que na maioria das relações os consumidores são hipossuficientes. Então, como o consumidor poderá se defender em um mercado sem regulação? Por isso, a ACCripto é de suma importância para a sociedade brasileira, tendo em vista que ela provoca discussões sobre o tema e tem como objetivo diminuir os riscos do setor.

Adriana Siliprandi
Empreendedora no mercado de Criptoativos, com foco em Inovação e Blockchain. Sócia-Fundadora da Exo Global.

Há muitas dúvidas da sociedade em relação ao mercado de criptomoedas, como membro da Comissão Especial que irá discutir a regulamentação das criptomoedas pelo Banco Central, vejo a necessidade de ampliar o debate e a representatividade dos clientes desse mercado. Vejo na ACCRIPTO uma iniciativa legítima de aglutinar vozes com conhecimento para nós ajudar a definir os caminhos que nós legisladores devemos seguir para regulamentação.

Junior Bozzella
Deputado Federal, vice-líder do PSL na Câmara, Membro da Comissão Especial que discutirá a PL 2060/19, que irá visa regulamentar as criptomoedas pelo Bacen.